SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 número86Avaliação do Sistema de Vigilância Epidemiológica da Poliomielite e Paralisias Flácidas Agudas no estado de São Paulo, 2008 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Bookmark


BEPA. Boletim Epidemiológico Paulista (Online)

versão On-line ISSN 1806-4272

Resumo

CATARINO, Regina Maria  e  DUARTE, Glaucia. Deficiência de iodo e suas implicações na área da saúde. BEPA, Bol. epidemiol. paul. (Online) [online]. 2011, vol.8, n.86, pp. 19-27. ISSN 1806-4272.

A deficiência de iodo constitui a principal causa de dano cerebral e de atraso mental, sendo a mais facilmente previsível. Pelas suas graves consequências para o desenvolvimento e crescimento do ser humano, ainda representa um dos maiores problemas de saúde pública. A eliminação das desordens por deficiência de iodo se constitui numa das metas mais importantes a cumprir em nível mundial. Para esse fim, tem-se estabelecido as bases cientificas através de formulação de normas diretrizes e estratégias de alcance populacional. A fortificação do sal com iodo resulta na intervenção mais utilizada, devido a seu custo-benefício. A avaliação da magnitude e severidade dessa deficiência inclui a utilização de meios simples e valiosos, como as pesquisas de bócio e as determinações de iodo urinário. Este trabalho abrange os aspectos relacionados aos critérios para definir as desordens causadas por essa deficiência como problema de saúde, indicadores de processo e impacto na gestão de programas globais para sua eliminação sustentável.

Palavras-chave : Deficiência de iodo; Bócio endêmico; Ingesta de iodo; Iodo urinário.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português