SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número3Oficinas pedagógicas com profissionais das Equipes de Saúde da Família (EqSF): (re)significando a prática assistencial às mulheres em situação de violênciaO impasse na suspeita ou na confirmação de abuso sexual infantil: a necessidade de encontrar marcas físicas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Bookmark


BIS. Boletim do Instituto de Saúde (Impresso)

versão impressa ISSN 1518-1812

Resumo

DUTRA, Maria de Lourdes  e  VILLELA, Wilza Vieira. O setor saúde e a configuração da rede social de mulheres em situação de violência doméstica. BIS, Bol. Inst. Saúde (Impr.) [online]. 2013, vol.14, n.3, pp. 266-273. ISSN 1518-1812.

Este artigo apresenta resultados obtidos em pesquisa mais ampla intitulada “A configuração das redes sociais de mulheres em situação de violência doméstica”, realizada em um município da região metropolitana de São Paulo. Busca-se neste texto analisar o papel desempenhado pelo setor saúde na rede de atendimento às mulheres em situação de violência doméstica. Utilizase como referencial o conceito de redes sociais, tal como proposto nas pesquisas sociais. Assume-se a perspectiva de avançar para além das análises estruturais e funcionais das redes em direção às dinâmicas relacionais que se estabelecem em seu interior, de acordo com os preceitos formulados por Paulo Henrique Martins e a concepção de violência doméstica que orienta a Lei Maria da Penha. A violência impingida às mulheres impossibilita a manutenção dos vínculos sociais, promovendo isolamento e fragilidade, o que dificulta a obtenção de apoio para saída da situação. O setor saúde apresenta-se fragmentado quanto ao fluxo de trocas que deveria existir em seu interior e com os demais serviços, distanciando-se da realidade das mulheres e limitandose, na maioria dos casos, à medicalização das marcas da violência deixadas nos seus corpos.

Palavras-chave : Violência Doméstica; Saúde Pública; Redes Sociais.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português