SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número2Low molecular weight heparins for prophylaxis and treatment of deep venous thrombosis in pregnancyPortal of Work Manuals of Clinical Hospital of State University of Campinas (HC-UNICAMP): broad access to institutional information índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

  • No hay articulos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Bookmark


BIS. Boletim do Instituto de Saúde (Impresso)

versión impresa ISSN 1518-1812

Resumen

VENANCIO, Sonia Isoyama; PAIVA, Rui de; TOMA, Tereza Setsuko  y  BONFIM, José Ruben de Alcântara. Metilfenidato no tratamento do transtorno do déficit de atenção e hiperatividade em crianças e adolescentes. BIS, Bol. Inst. Saúde (Impr.) [online]. 2013, vol.14, n.2, pp. 237-246. ISSN 1518-1812.

O metilfenidato é um estimulante do sistema nervoso central, com efeitos mais proeminentes na atividade mental do que na atividade motora.  O modo de ação não é completamente conhecido, mas uma ação chave parece ser a inibição do transporte de dopamina. É indicado como parte de um programa amplo de tratamento do transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), que deve incluir medidas psicológicas, educacionais e sociais, em adultos e crianças acima de 6 anos de idade. Esta revisão analisou a eficácia e segurança do metilfenidato no tratamento de crianças e adolescentes com diagnóstico de TDAH. Fez-se busca bibliográfica em dezembro de 2012 na base de dados Center for Reviews and Dissemination (CRD), com a finalidade de identificar informes de Avaliação de Tecnologias de Saúde. De 54 registros, três foram selecionados para análise. Após análise destes documentos realizou-se busca por ensaios clínicos randomizados nas bases PUBMED e EMBASE, divulgados de 1 de junho de 2010 a 22 de fevereiro de 2013, porém nenhum foi selecionado para análise. As evidências científicas apontam as terapias de comportamento como primeira escolha no tratamento de crianças com TDAH até os 6 anos de idade. Acima desta idade o metilfenidato é indicado como fármaco de primeira escolha, devendo-se considerar a indicação de terapias de comportamento associadas, especialmente para crianças até os doze anos.

Palabras llave : Metilfenidato; Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade; Crianças e Adolescentes.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués