SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número1Disfunção erétil: da medicalização à integralidade do cuidado na Atenção BásicaA experiência bem-sucedida do Centro de Referência da Saúde do Homem no tratamento da hiperplasia benigna da próstata índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Bookmark


BIS. Boletim do Instituto de Saúde (Impresso)

versão impressa ISSN 1518-1812

Resumo

PAULA, Silvia Helena Bastos de; SOUZA, Maria José Leonardo  e  ALMEIDA, Juliane Daniee. Câncer de pênis, aspectos epidemiológicos e fatores de risco: tecendo considerações sobre a promoção e prevenção na Atenção Básica. BIS, Bol. Inst. Saúde (Impr.) [online]. 2012, vol.14, n.1, pp. 111-118. ISSN 1518-1812.

O carcinoma de pênis representa 2% dos casos de câncer em homens no país. Embora raro, manifesta-se de forma agressiva por lesões e alterações de coloração da glande, ou em forma de ferida ou úlcera persistente e tumoração. As lesões situam-se na glande, no prepúcio ou no corpo do pênis e nos gânglios inguinais. Este artigo explora aspectos epidemiológicos e riscos para câncer de pênis, elabora síntese e breves reflexões a partir de levantamento bibliográfico em fontes disponíveis na Biblioteca Virtual de Saúde. A literatura mostra que o grande desafio seria trazer os homens para o cuidado em saúde, promover autoconhecimento do corpo e higiene adequada do pênis, discutir estilo de vida sadio, evitar o tabagismo e até mesmo parar com essa prática, realizar circuncisão neonatal, assim como estimular os homens quanto à procura de serviços de saúde, uma vez que é necessário conceber espaços de atuação para atender às necessidades da população masculina.

Palavras-chave : Câncer de pênis; Saúde do homem; Masculinidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português