SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número2Acesso da população masculina aos serviços de saúde: alguns caminhos para o enfrentamento de vulnerabilidadesAs origens da regulação estatal sobre a questão da infância e da adolescência no Brasil e sua repercussão nas políticas públicas atuais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Bookmark


BIS. Boletim do Instituto de Saúde (Impresso)

versão impressa ISSN 1518-1812

Resumo

FIGUEIREDO, Regina  e  PEIXOTO, Marcelo. Profissionais do sexo e vulnerabilidade. BIS, Bol. Inst. Saúde (Impr.) [online]. 2010, vol.12, n.2, pp. 196-201. ISSN 1518-1812.

RESUMO Este artigo procura refletir sobre a problemática da prostituição feminina e masculina, considerando este fenômeno enquanto exploração socioeconômica e de gênero. Aponta seus efeitos na saúde de profissionais do sexo, abordando as vulnerabilidades a que estão sujeitos em Saúde Sexual e Reprodutiva, como exposição à gravidez não-planejada e DST/AIDS, e em Saúde Mental, incluindo a violência física e psicológica e o uso de drogas lícitas e ilícitas. Faz sugestões sobre propostas de atenção em saúde para profissionais do sexo e referência à importância de conquistas no campo do Direito em geral, como caminhos importantes para a redução dessas vulnerabilidades, além de expor a importância da organização desses grupos e atenção a suas reivindicações.

Palavras-chave : DST/AIDS; prostituição masculina; vulnerabilidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português