SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número2Saúde e direitos: princípios para açãoDeclínio da mortalidade cardiovascular e desigualdades sociais no município de São Paulo:1996-1998 e 2003-2005 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Bookmark


BIS. Boletim do Instituto de Saúde (Impresso)

versão impressa ISSN 1518-1812

Resumo

HEIMANN, Luiza Sterman et al. A Região Metropolitana de São Paulo e os desafios para a equidade em saúde. BIS, Bol. Inst. Saúde (Impr.) [online]. 2010, vol.12, n.2, pp. 122-126. ISSN 1518-1812.

RESUMO A legislação do Sistema Único de Saúde (SUS) define a participação do setor privado de modo complementar e suplementar. Demarca que ações e serviços de saúde devem ser regulamentados, controlados e fiscalizados pelo poder público. Dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) indicam que 35.499.446 pessoas eram beneficiárias de planos privados de saúde em 2002, 20% da população brasileira. Concentravam-se na região Sudeste (70%), sendo o Estado de São Paulo o de maior cobertura, com 44,12%. Na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) em 1998, 45% da população possuía planos privados. O setor público de saúde tem duplo desafio: ampliar o acesso aos serviços e cumprir os objetivos da seguridade social; e regulamentar, controlar e fiscalizar, de fato, o setor privado. Tendo como hipótese que a relação entre o SUS e o setor suplementar de assistência à saúde cria, mantém e reproduz desigualdades, este estudo desenvolvido pelo Núcleo de Serviços e Sistemas de Saúde do Instituto de Saúde analisou a relação entre o setor público e privado na RMSP, quanto às estratégias de governança, para fortalecer a capacidade regulatória do SUS e aumentar a equidade. Os resultados permitiram reconhecer como são operacionalizadas as competências previstas na legislação do SUS, relativas à regulamentação, controle e fiscalização do setor privado, visando promover o fortalecimento dessas atribuições, norteado pela equidade.

Palavras-chave : Iniquidades; público-privado; SUS.

        · resumo em Inglês     · texto em Português