SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número1Comunicação em saúde e discurso do sujeito coletivo: semelhanças nas diferenças e diferenças nas diferençasComunicação em saúde: variáveis que interferem na recepção da mensagem índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Bookmark


BIS. Boletim do Instituto de Saúde (Impresso)

versão impressa ISSN 1518-1812

Resumo

SERAFIM, Rodrigo Aparecido. Teoria da comunicação social do conceito de saúde. BIS, Bol. Inst. Saúde (Impr.) [online]. 2010, vol.12, n.1, pp. 11-15. ISSN 1518-1812.

RESUMO As ciências biomédicas não são neutras em termos valorativos. Isso não prejudica sua objetividade, mas, requer um maior cuidado na forma de comunicação de seus valores, de modo que o senso comum não se oriente mal perante a falta de informações em relação ao dever-ser da saúde. Os valores biomédicos envolvem o respeito à vida e não devem jamais servir como orientação discriminatória para fins políticos, trabalhistas ou sociais. Sua comunicação social tem como principal objetivo ampliar a consciência dos cidadãos a partir de parâmetros amplos de orientação de seu próprio bem-estar e dos demais.

Palavras-chave : Comunicação social; conceito de saúde; valores.

        · resumo em Inglês     · texto em Português